domingo, 22 de janeiro de 2012

VOCÊ ENTENDE A BUJINKAN?


Você realmente entende o que a Bujinkan é?

Quando dou seminários, estou sempre surpreso ao descobrir os equívocos realizados por tantos professores e estudantes de todo o mundo. Como eu disse uma vez durante um seminário: "ninguém está forçando você a pretensão de ser da "Bujinkan", se você quiser fazer seu próprio material, então faça-o, mas não o chame de Bujinkan!".

Por isso, foi um verdadeiro prazer o último final de semana para atender grupo de Manolo Serrano na Bélgica e passar algum tempo com ele e os irmãos Mitrou da Grécia. Todos eles sendo 14º Dan, foi bom partilhar a nossa visão comum da arte. No caminho de volta, eu pensei que seria apropriado neste Blog refrescar nossa memória sobre o que realmente é a Bujinkan.

Quando Hatsumi Sensei começou a espalhar a sua visão sobre Budô e para compartilhá-lo em todo o mundo, não havia nenhum plano, nenhum processo passo a passo acontecendo. Hatsumi Sensei apenas compartilhava seus conhecimentos a todos dispostos a ouvir. Então em 1.983 ele publicou, em japonês, o seu primeiro "Ten Chi Jin Ryaku No Maki" detalhando os princípios e fundamentos da nossa arte. A versão revisada traduzida para o Inglês chegou até nós na Europa em 1.987. Dez anos mais tarde Hatsumi Sensei decidiu seguir em frente e estabeleceu um tema e um conceito para trabalhar a cada ano.

Em 1.993, tive a sorte de já ser Jûdan (10º Dan) na Bujinkan, então eu tive o básico o suficiente para seguir a evolução do Sensei em seus ensinamentos. Como muitos praticantes da Bujinkan de hoje não eram estudantes na época, eu quero listar aqui mais uma vez, os temas que criaram a arte que conhecemos hoje.

Após o Ten Chi Jin, aprendemos o distanciamento e angulação durante 5 anos:
  • Bô Jutsu - Bastão de 1,80m (1.993),
  • Yari Jutsu - Lança (1.994),
  • Naginata Jutsu - Alabarda (1.995),
  • Biken Jutsu - Espada (1.996),
  • Jo Jutsu - Bastão de 1,20m (1.997).
Durante o Taikai de Valencia (1.995) e novamente em Sanmyaku (o boletim da Bujinkan da época) Hatsumi Sensei disse que ", Yari e Naginata são os Sanshin No Kata das armas longas".

Então nós entramos no mundo do Budô Taijutsu e não estudamos as escolas (como frequentemente se acreditava), mas os 5 Pilares da movimentação do corpo, por meio de 5 das 9 escolas foram:
  • Taihen Jutsu - Shinden Fudô Ryû (1.998), 
  • Daken Taijutsu - Kukishinden Ryû (1.999), 
  • Koppo Jutsu - Koto Ryû (2.000), Kosshi Jutsu - Gyokko Ryû (2.001), 
  • Jûtaijutsu - Takagi Yoshin Ryû (2.002).
Este segundo ciclo de 5 anos que pode estar relacionado de alguma forma ao Gogyô nos permitiu entender (através do treino nas escolas específicas) as várias formas de conhecer o adversário e adaptar a nossa forma de lutar para cada situação.

O terceiro ciclo foi ainda mais complexo à medida que entramos no mundo ou dimensão de Juppô Sesshô (movimentando em dez direções). Que foi também um ciclo de 5 longos anos. Juppô Sesshô é o mais alto nível mecânico e técnico em qualquer sistema marcial (Ryûha) no Japão, e dá a possibilidade de adaptar um tipo específico de combate a qualquer situação encontrada. Quanto ao segundo ciclo (os 5 Pilares de Budô Taijutsu) o ponto importante aqui não tinha nada a ver nem com a arma que usamos ou a escola estudada. O ciclo Juppô Sesshô foi o seguinte:
  • Sanjigen No Sekai - Kunai e Shotô (2.003),
  • Yugen No Sekai - Roppo Kuji No Biken - Espada de Kukishin (2.004),
  • Kasumi No Ho - Bo de Gyokko (2.005),
  • Shizen - Shinden Fudô Ryû (2.006),
  • Kuki Taisho - Espada e Yoroi (2.007).
O Juppô Sesshô desencorajou um monte de praticante e até hoje muitos dos Shidoshi realmente não tem ideia do que foi estudado durante esses 5 anos. Muitos professores não entendem a profundidade do que recebemos. Quantos deles sabem que as técnicas do Bo Jutsu de Kukishin Ryû eram usadas para ensinar a sensação de Kasumi de Gyokko Ryû? Também o movimento de "Happo" para "Juppô" tem que ser visto como uma espécie de um salto quântico no mundo da física da Bujinkan.

Este ciclo Juppô Sesshô terminou a série que agora podemos ver como uma espécie de Ten Chi Jin. Todos nós sabemos que a Ten Ryaku lida com trabalho de pés (ângulo, distância), o Chi Ryaku com a mecânica do corpo (Budô Taijutsu) e o Jin Ryaku com uma mistura de tudo (movimento do corpo ao espírito).

Esta progressão de 3 etapas (Sanpô), de 5 anos (Gohô), portanto, pode, ou deve, ser considerado como o verdadeiro Kihon Happo da Bujinkan (3 × 5 = 8!).

Então era hora de começar o estudo de Shiki - a consciência - o 6º elemento que o Sensei apresentou à comunidade em 2.005. Então estudamos as coisas baseando mais em "filosóficos" conceitos do que escolas ou movimentos mecânicos. Isso foi:
  • Menkyo Kaiden - Destruir o processo de pensamento (2.008),
  • Saino Kon Ki ou Saino Tamashii Utsuwa - Habilidade, espírito e interior (2.009),
  • Rokkon Shôjo - A felicidade é a essência da vida (2.010).
Se Hatsumi Sensei seguiu o ciclo de 5 anos que ele, aparentemente seguiu até agora, podemos esperar o final deste em 2.012. Mas este é apenas um palpite.

Espero que esta pequena revisão dos vários temas serão úteis para você e que agora você possa responder à pergunta inicial:

Você entende a Bujinkan?

Seja feliz!

Arnaud Cousergue



Texto extraído do link: http://kumafr.wordpress.com/2010/03/29/do-you-understand-the-bujinkan/

Traduzido por: Galleni Junior - Shidoshi-Ho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGENS RECENTES

POSTAGENS MAIS VISTAS