SHINMURYÔ DOJÔ


真 Verdade, realidade.
無 Sem.
量 Quantidade; medida; peso.

Bujinkan Shinmuryô Dojô. Pode ser traduzido como: "Local de Treinamento da Verdade Imensurável".
Na saudação, repetimos a frase Shikin Haramitsu Daikomyô, indicando a referência Daikomyô para esta grande luz brilhante que ilumina tudo. Assim, buscamos através da prática, despertar a grande luz dentro de nós, a luz da verdade.

Aquela luz que vem da grande luz dos ensinamentos do Sôke Masaaki Hatsumi e dos ancestrais das nove escolas.
Shinmuryô é o conhecimento correto imensurável, ou seja, não tem medidas ou impedimento, não tem peso, não tem quantidade, é contínua e abrangente, indo além de qualquer medida da mente.

A verdade do Budô conecta o Céu, a Terra e o Ser Humano, estes três aspectos podemos chamar de San Shin.

A verdade é a realidade que encontra o seu caminho como uma luz nas trevas da ignorância. Vivemos em um mundo ilusório e como artistas marciais, abrimos nossas mentes e nossos corações para o conhecimento através dos ensinamentos verdadeiros da Bujinkan. Esses ensinamentos não tem medidas.

Shinmuryô também é um dos 37 nomes do Buda Amitabha, é um Buda celestial descrito nas escrituras da escola de budismo Mahayana (Mikkyo). O Buda Amida é o coração da fé e da prática budista Shin. Primero revelado pelo Buda histórico há 2.600 anos, o nome deriva do antigo sânscrito Amida, Amitabha ou Amitayus, o significado da vida e luz incomensurável ou unidade. A palavra Amida é a personificação ou símbolo para indicar a dimensão misteriosa e transcendente, que é "não nascer, não criar e sem forma", também conhecido como Dharmakaya, o Shunyata (vazio), a única vida, a grande compaixão da natureza de Buda. Como dito acima, Amida é a personificação ou símbolo da realidade transcendente e deve ser entendido que esta dimensão está além da palavra e da ideia de Amida. Pode se dizer que é o veículo que nos permite experimentar essa dimensão incompreensível de nossa verdadeira natureza.

Entendida como um símbolo da verdade universal (Dharma), Amida simboliza a força da vida sem nome que cuida de nós ou a verdade que nos rodeia e permeia trabalhando incansavelmente para despertar para a realidade como ela é: o Nirvana. O consideramos como a grande mãe que oferece amor incondicional e compaixão universal que nos assegura que a libertação espiritual é para todos. Essa energia viva do amor e compaixão, ninguém é deixado para trás para sofrer intermináveis ciclos de nascimentos e mortes, e não há inferno eterno nem apocalípticos. Pelo contrário, por causa de seu amor incondicional e compaixão, o Buda Amida liberta todos os seres que como eles são.

Buda é um termo que significa  algumas coisas: em primeiro lugar, é qualquer ser que tenha despertado para a dimensão do infinito, em segundo, a natureza mais profunda de todas as coisas que lhe falta o eu egocêntrico e, então, naturalmente reside a equanimidade e paz, e em terceiro lugar, a nossa realidade, o potencial e destino.

Budô é uma forma de inteligência e de sentimentos, a estratégia dos passos em seu treinamento, são aqueles que podem levá-lo para o céu (Ten) ou inferno (Jigoku).

O oculto é a URA da vida, e o oposto do coração é o OMOTE do teu ser. Ambos são importantes como Kyojitsu Tenkan Ho, mas acima de tudo, o equilíbrio é o que faz a humanidade (Jin) andar na estrada Bugeisha.
Christian J. Petroccello
Tenryu Den, 21 de fevereiro de 2010, ano do tigre.

POSTAGENS RECENTES

POSTAGENS MAIS VISTAS