GRADUAÇÕES

Este é um desenvolvimento recente nas artes japonesas.
As artes antigas possuem níveis Shoden (baixo), Chuden (médio) e Okuden (avançado), com os ensinamentos secretos que são passados verbalmente para alguns. Nossa estrutura de níveis atual é moderna em que Kyû e Dan são usados, mas também é semelhante à forma antiga onde há 3 níveis gerais de treinamento e entendimento.
Temos 9 níveis Kyû; começando com a faixa branca, depois de 9º a 1º Kyû, os quais os homens usam a faixa verde, mulheres usam vermelha e crianças até 12 anos usam amarela. Depois seguem 15 níveis de Dan, simbolizados pela faixa preta. Os níveis Kyû, essencialmente, são uma preparação para se tornar um aluno da Bujinkan. Você é considerado apto a começar a aprender no Shodan (1º Dan).
  • Shidoshi-Ho - 1º a 5º Dan: Céu (Ten)
  • Shidoshi - 6º a 9º Dan: Terra (Chi)
  • Shihan - 10º a 15º Dan: Pessoa (Jin)
Sensei Hatsumi resistiu por muitos anos aos pedidos de membros da Bujinkan para estabelecer um critério mensurável para os níveis, explicando que isto tende a "matar" uma verdadeira Arte Marcial, porque as pessoas tendem a focar no que elas precisam para passar de nível ao invés dos princípios básicos que possibilitam uma pessoa a agir livremente e apropriadamente na proteção da vida.
O sistema de níveis da Bujinkan é muito diferente das outras artes. Pelo fato do Sensei Hatsumi ser o Sôke (herdeiro) das 9 Ryû (escolas), ele pode reorganizar o material de treinamento e a estrutura de níveis como achar adequado. Sensei Hatsumi incentiva todos os Shihan a criarem seus próprios padrões de ensino até 4º Dan. Ele controla todas as condecorações de 5º Dan acima.
É muito comum encontrar a grave confusão de comparar os sistemas de graduações de uma arte e outras que normalmente não tem nada em comum. No caso da Bujinkan o sistema é totalmente único e não é fácil entender, o que cria muita confusão para quem não sabe.
Sistema de Graduação Bujinkan (Clique para ampliar)
Os 11º ao 15º Dan foram criados por Hatsumi Sensei para um melhor aprendizado e para justificar a máxima de que o Ninjutsu é um eterno aprendizado e não existe aprendizado completo ou terminado. É um caminho para se percorrer ao longo de toda a vida, por esse motivo Hatsumi é um senhor idoso com quase 90 anos e conserva uma saúde de jovem, praticando e dando aulas até pouco tempo atrás. Hoje ele supervisiona as aulas. Com uma prática constante é possível em 5 anos atingir a graduação de 1º Dan, que no Ninjutsu significa apenas que a pessoa está pronta para o verdadeiro treinamento, da branca até o último nível da verde é só uma preparação para iniciar o verdadeiro treino. Contudo é enorme o conteúdo de estudo para se atingir o 1º Dan.
Consiste este estudo em técnicas ou formas de golpear (todo o corpo é uma arma), técnicas de agarre e projeção, rolamentos, acrobacias, resistência física, meditação, técnicas de luxação, uso de armas curtas, médias, longas e de arremesso. Ao atingir o 1º Dan o aluno vai estudar individualmente cada escola citada, até passar por todas as 9. O exame para o 5º Dan é feito no Japão, sendo recentemente liberado sua aplicação fora do Japão por alguns Shihan 15º Dan. Consiste no Saaki Test (Saaki = energia assassina).
É um teste onde o praticante ficará em Seiza No Kamae (postura sentada do Ninjutsu) de olhos fechados e o mestre aplicará um golpe com uma Shinai (espada de bambu), desta forma, o aluno deve esquivar-se no momento do golpe, sentindo o golpe através do sentimento de Saaki. Parece coisa de filme, mas qualquer estudioso em Artes Marciais ou medicina chinesa, sabe que existe uma energia interna chamada Ki pelos japoneses, Chi pelos chineses, esta energia se concentra no que os indianos chamam de Chakras (foi ao abrir os Chakras que Budda atingiu a iluminação) esta energia dá vida, move e interliga todos os seres vivos. Seu uso pode ser medicinal (Reikki) ou combativo (Chi Kung, Kiaiho, Kiai Jutsu).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGENS RECENTES

POSTAGENS MAIS VISTAS